26  Outubro 2019 10-17,30h

Literacia menstrual I

Esta aula pretende desenvolver a habilidade mais fundamental para todas as mulheres: a consciência do ciclo menstrual. Ter consciência do ciclo significa não só conhecer a fundo a fisiologia do ciclo, mas também aprender uma forma de nos entender melhor, gerir a nossa energia e reduzir radicalmente os níveis de stress. Nesta aula estabelecemos as bases para, ao longo do curso, entrarmos numa visão profunda de nossa relação com a menstruação, onde aprendemos a mapear o padrão físico e emocional do nosso ciclo e a descobrir o nosso ritmo individual.

Tópicos:

  • A importancia da literacia do corpo feminino

  • Fisiologia do ciclo menstrual

  • A dança das hormonas que regulam a ciclicidade

  • Fatores que influenciam positivamente ou negativamente o ciclo

  • menstrual (estilo de vida, nutrição, emoções, etc).

  • A menstruação como sinal vital

  • O impacto da saúde menstrual em todos os aspectos da nossa vida

  • O ciclo menstrual à luz da visão oriental: Yin,Yang, 5 transformações.

Formadora: Antonella Vignati

 

27 Outubro 2019, 10-17,30h

Literacia menstrual II

Neste módulo vamos aprofundar o conhecimento da fisiologia do ciclo, entrando ao mesmo tempo nos mecanismos subjacentes às alterações do ciclo menstrual (irregularidades do ciclo, dores, alterações do humor,, etc.), e possíveis caminhos de cura natural: Nutrição, Fitoterapia, Aromaterapia, Moxibustão, Movimento, entre outras.

Tópicos:

  • Tipos de disfunção menstrual

  • Causas frequentes de disfunção menstrual

  • Considerações nutricionais importantes para a saúde menstrual

  • Meios naturais de regulação baseados em evidencias científicas: plantas medicinais, óleos essenciais, movimento, yoga, entre outras.

Formadora: Antonella Vignati


16 Novembro 2019, 10-17,30h

Cuidar da Saúde do Pavimento pélvico


Esta aula vai retratar aspectos muito importantes da nossa saúde intima.

O pavimento pélvico é uma região muito especial que precisa de ser conhecida por todas as mulheres. Esta região tem um papel essencial na qualidade de vida pois controla necessidades vitais do nosso bem-estar. A maioria das vezes só nos tornamos conscientes da sua importância quando este deixa de funcionar na perfeição. Poucas mulheres o conhecem, sabem quais as suas funções e a importância de cuidar desta região do seu corpo no dia-a-dia.

Para compreender um pouco melhor, os músculos pavimento pélvico têm que ser capazes de contrair ou relaxar no momento exacto para conter ou esvaziar a bexiga e intestino. Desempenha um papel importante de sustentação das vísceras pélvicas (bexiga, útero e recto) para ajudar a manter no seu local anatómico durante toda a vida. É fundamental na satisfação sexual, pois precisamos de músculos ágeis e flexíveis, com o tónus ideal de forma a intensificar o prazer da mulher.

Provavelmente já ouviu falar dos exercícios de Kegel, são uma forma básica para tomar consciência e treinar estes músculos. Mas não devemos ficar por aqui. Vamos aprender como cuidar melhor desta região tão importante.

Tópicos:

  • Anatomia e fisiologia feminina

  • Disfunções pélvicas (incontinência urinária,prolapsos, vaginismo, dor pélvica) e patologias do foro uroginecológico (Endometriose, vulvodínia).

  • Factores de risco para disfunção pélvica


Formadora:  Ana Carina Portugal

17 Novembro 2019, 10-17,30h

Contracepção natural (Fertility Awareness Method I)

A contracepção é talvez a questão mais premente na saúde da mulher em idade fértil. Os métodos hormonais extensivamente usados, nem sempre são ideais em termos de saúde a longo prazo e bem-estar geral.
O Fertility Awareness é um método pouco ou nada falado nos meios dos profissionais de saúde, que no entanto oferece uma uma compreensão científica e prática dos sinais de fertilidade a avaliar ao longo do ciclo, o que permite o seu uso como método contraceptivo com a mesma eficácia que a contracepção hormonal, desde que usado corretamente. A vantagem adicional desta abordagem é que permite acompanhar as modificações físicas, e emocionais induzidas pelas fases dos ciclos, assim como as variações de desejo sexual, comportamentos sociais, e percepção do tempo. Em outras palavras, é um meio de nos conectar ao ritmo da natureza dentro dos nosso corpos. Neste sentido, é uma ferramenta essencial que constitui o coroamento da literacia menstrual independentemente da nossa necessidade de contracepção.

Tópicos:

  • O que é o Fertility Awareness Method (FAM)

  • Porque não nos foi ensinado na escola ou proposto pelo médico.

  • Diferenças entre o FAM e outros métodos naturais não fiáveis.

  • Bases fisiológicas do FAM

  • Leis do FAM para usos de contracepção

  • Outros usos do FAM como ferramenta de compreensão do nosso ciclo

  • Panorâmica de todos os métodos contraceptivos existentes e relativa

  • Eficácia com uso perfeito versus uso comum.

 

Formadora: Antonella Vignati


14 Dezembro 2019, 10-17,30h

Potenciar naturalmente a fertilidade (Fertility Awareness Method II, e outras abordagens)


A fertilidade é simplesmente um reflexo da nossa saúde e como tal devia ser encarada. Tudo o que afecta a nossa fertilidade (sem ser fatores fisiológicos como menopausa ou amamentação intensiva) devia nos preocupar independentemente da nossa vontade de engravidar ou não. Cultivar a nossa fertilidade significa trabalhar a saúde ginecológica e geral para a vida inteira, mesmo que a nossa idade fértil tenha já passado ou que não desejemos (mais) filhos.

A fertilidade é estritamente ligada à saúde menstrual e geral. Por isto, a literacia menstrual e o FAM aprendidos nos módulos precedentes, nos vão dar ferramentas essenciais para nos orientar sobre a nossa fertilidade actual ou futura. Neste módulo vamos aprofundar o uso do Fertility Awareness como método para rastrear ovulação e potenciar a fertilidade natural, assim como estratégias naturais de primeira linha em caso de alterações.

Tópicos:

  •  O “elefante na sala”: a saúde menstrual como ponto de partida para a investigação sobre eventual infertilidade ou sub-fertilidade.

  • Potenciar naturalmente a fertilidade: considerações nutricionais, plantas medicinais, movimento, etc.

 

Formadora: Antonella Vignati


15 Dezembro 2019, 10-17,30h

Cosmética natural

Quando se fala de saúde da mulher, ciclos menstruais e fertilidade, é inevitável falar também da importancia de nos proteger face às substancias que podem desorganizar todo o nosso sistema hormonal. Essas substancias entram no nosso organismo, não apenas pela dieta, mas também pelos produtos de higiene e cosmética que usamos diariamente. Portanto, aprender a fabricar cosméticos verdadeiros e naturais com ingredientes simples e que encontramos na nossa despensa, pode realmente fazer toda a diferença no que diz respeito à nossa saúde. 
Nesta aula, falaremos de cuidados de corpo e vamos aprender a fazer:

  • Leite de limpeza 

  • Tónico

  • Esfoliante 

  • Máscara 

  • Sérum em óleo para o rosto

  • Bálsamo de noite

  • Desodorizante 

  • Pasta de dentes

  • Óleo anti-celulitico.

Tudo com ingredientes do dia-a-dia através de preparações simples, personalizadas e adequadas às necessidades básicas de cada um. 

Formadora: Cátia Cúrica


18 Janeiro 2020, 10-17,30h

Nutrir a Saúde Integral da Mulher: teoria 

A saúde do ciclo menstrual depende de muitos fatores. Apesar de ser frequentemente sub-estimado, a Nutrição é sem dúvida um dos factores principais.

Nesta aula de Nutrição vamos aprender:

  • Bases e conceitos fundamentais de Nutrição

  • Fundamentos de nutrição para manter (ou recuperar) um ciclo menstrual saudável.

  • Estratégias nutricionais que favorecem uma mais rápida recuperação da saúde geral e menstrual após períodos prolongados de contracepção hormonal.

  • Como introduzir novos hábitos nutricionais no dia a dia de forma simples e ágil.

Formadora: Antonella Vignati


19 Janeiro 2020, 10-17,30h

Nutrir a Saúde Integral da Mulher: aula prática

Esta aula complementa a aula anterior com informações de carácter pratico. Vamos aprender:

Alimentos a privilegiar e técnicas culinarias básicas.

Confeccionar rapidamente pratos saborosos e com todos os nutrientes essenciais.

Cozinhar de forma saudável e com ingredientes simples e fáceis de encontrar.

Formadoras: Antonella Vignati e Sonia Jordão


22 Fevereiro 2020, 10-17,30h

Sexualidade feminina I

A sexualidade é uma dimensão muito importante da nossa vida contribuindo para o nosso bem- estar geral, sobre a qual existe ainda muita confusão e muitos mitos. Assim não podemos deixar de abordar neste módulo a resposta sexual feminina, como se altera ao longo da nossa vida, para conseguir compreender como funciona, desligar dos mitos e não ter preconceitos de gozar de uma sexualidade plena.

Tópicos:

  • Como cuidar da saúde pélvica

  • Resposta Sexual Feminina

  • Sexualidade nas varias fases da vida

Formadora: Ana Carina Portugal

23 Fevereiro 2020, 10-17,30h

Sexualidade feminina II e Yoga do útero

Esta aula é um prolongamento e um aprofundamento da aula anterior. O que significa a sexualidade para a Mulher, para cada Mulher?
Juntas, vamos tecer uma conversa sensorial circular onde o corpo e o coração nos darão respostas sobre intimidade, afectos, prazer e poder.
Depois, abordaremos a prática de Yoga do Útero, com ovos de cristal de uso vaginal interno (opcional, podes trabalhar com o ovinho sem o introduzir, beneficiando de qualquer modo dos exercícios de consciência propostas)
Cultivando com gentileza a presença consciente e a nudez do coração. Abrindo espaço para a clareza interior pela comunhão plena e total com o corpo, que é uma história viva criada momento a momento.
Os ovos de cristal são parte de disciplinas energéticas da Feminilidade Sagrada milenar de múltiplas culturas.
Pela sua forma e propriedades terapêuticas das diferentes gemas, trabalham com todo o sistema reprodutivo e suas poderosas inter-conexões com o sistema endócrino e nervoso, seguindo-se os restantes sistemas do corpo. Estes sistemas modelam a nossa personalidade psico-emocional pela qualidade das suas interações. Quando trabalhados conscientemente assumem-se como portais de poder interior, transformação e sabedoria; bem como fontes de vitalidade, rejuvenescimento e plenitude.

Benefícios diretos:

  • consciência da energia sexual e direcionamento da mesma para a vitalidade integral

  • vivenciar plenamente a energia Matriz: sexual,. vital, criativa e afetiva

  • harmonizar a relação com o corpo erótico

  • ampliar a experiência da sexualidade conectada ao prazer de viver

  • libertar traumas e re-significar o corpo de dor

  • promover a auto-estima e sanar a auto-imagem

  • preparar o parto natural

  • recuperar e fechar o corpo depois do parto

  • entender a Yoni (vulva, sistema reprodutivo, soalho e triângulo pélvicos) como bases da estrutura bio-emocional da Mulher.

Formadora: Iris Lican

21 Março 2020, 10-17,30h

Puberdade e adolescencia

A primeira menstruação (menarca) sinaliza a entrada no processo de maturação sexual, que vai estar em evolução e mudança durante alguns anos. Infelizmente, esta primeira passagem, nem sempre é vivida com serenidade e ainda menos celebrada como algo positivo. Pelo contrario, muitas de nós ainda lembram e vivenciam trauma, vergonha ou tristeza. Além disto, as raparigas podem demorar anos em começar a ter um padrão menstrual individual “normal”, regular, e sem grandes sintomas adversos associados (síndrome pré-menstrual, dores, acne, etc.). A abordagem convencional nesta fase de ajuste, é quase sempre a de cortar o problema à raiz através da contracepção hormonal, a qual simula menstruações pelos sangramentos mensais que no entanto não são em absoluto ciclos menstruais, e impede o processo de maturação dos eixos hormonais anulando os nossos normais mecanismos biológicos. Neste módulo analisamos as abordagens naturais que podem ajudar a ultrapassar essas questões, em pleno respeito da fisiologia feminina e ajudando a promover saúde a todos os níveis, a curto e longo prazo.

Além disto, vamos aproveitar a ocasião para “re-escrever” juntas a história da nossa entrada na mulheridade.

Tópicos:

  • Maturação do eixo hormonal

  • Abordagem nutricional e fitoterápica a problemas frequentes na puberdade e adolescencia: acne, dores menstruais, instabilidade emocional.

 

Formadora: Antonella Vignati

22 Março 2020, 10-17,30h

 

Parto e maternidade

 

Cuidar a Mãe é cuidar a possibilidade de uma nova vida, não só da criança mas da Mulher Mãe, do casal, da família.

É portanto criar uma cultura de maior afecto, contacto, verdade, sensibilidade e cuidado.

Este encontro é para apoiar cada Mãe no caminho da Maternidade consciente, de si mesma e do seu corpo.

 

Abordaremos:

  • Yogaterapia e Movimento consciente para a auto-regulação materna

  • Preparação para o nascimento consciente

  • Consciência corporal

  • informações baseadas em evidências científicas sobre parto humanizado

  • Consciência emocional

  • Meditação

  • Vínculo

 

Formadora: Iris Lican

25 Abril 2020, 10-17,30h

Arquétipos do Feminino através da Imagem das Deusas

"Por causa da mentalidade científica, o mundo desumanizou-se. O homem está isolado no cosmos. Já não está envolvido na natureza e perdeu a sua participação emocional nos acontecimentos naturais que até então tinham um sentido simbólico para ele. O trovão já não é a voz de Deus nem o raio seu projéctil vingador. Nenhum rio contém qualquer espírito, nenhuma árvore significa uma vida humana, nenhuma cobra incorpora a sabedoria e nenhuma montanha é ainda habitada por um grande demônio. Também as coisas já não falam connosco, nem nós com elas, como as pedras, fontes, plantas e animais. Já não temos uma alma da selva que nos identifica com algum animal-selvagem. A nossa comunicação directa com a natureza desapareceu no inconsciente, junto com a fantástica energia emocional a ela ligada."

 

C.G. Jung in A Vida Simbólica - Vol 18/1 par. 585

 

É no âmbito da Psicologia de Carl Gustav Jung, enquanto estudo profundo da Alma, que podemos conhecer um campo específico de auto-conhecimento do Arquétipo do Feminino através das diversas imagens que as Deusas imprimiram ao longo da história da humanidade na psique inconsciente das mulheres, desde os tempos arcaicos à antiguidade clássica, estendendo-se até à era moderna da consciência. As suas formas vivas e actuantes, povoando mitos, contos e literatura, bem como a sua capacidade de se personificarem no ser humano, originaram tipologias de personalidade que se reflectem em todas as mulheres de maneiras típicas e com características e implicações únicas.

 

Pela percepção da chama de cada Deusa, bem como das suas chagas, que poderíamos traduzir como aspectos essenciais e feridos da personalidade, vamos explorar os pontos de saturação destes padrões arquetípicos e zonas de escassez no território da identidade de cada mulher, em níveis tão diversos como a vida emocional, familiar, amorosa, social e profissional.

 

Através de uma atitude simbólica, ligada a um pensamento não intelectual, mas imaginal, pretende-se que as mulheres do Curso de Saúde Integral da Mulher, possam, através de um trabalho moderno de recuperação da comunicação directa com a -própria natureza-, mapear as rotas da sua energia psíquica e inspirarem-se para trilhar novos caminhos criativos, reencontrando as Deusas vivas no politeísmo riquíssimo do mundo interior.

Formadora: Constança Bettencourt

26 Abril 2020, 10-17,30

Sistema nervoso feminino. Arquétipos e estações internas

Neste módulo vamos mergulhar na influencia das hormonas no nosso sistema nervoso, e vamos considerar o conjunto na dinâmica da dança das neuro-hormonas ao longo do ciclo menstrual.

Ao mesmo tempo, vamos ver como os arquétipos femininos ligados às fases do ciclo menstrual assim como às fases da vida, e ainda aos ciclos da natureza, espelham perfeitamente esta dança hormonal numa intricada “mandala” de símbolos e significados internos e externos (micro e macrocosmo).

Formadora: Antonella Vignati


09 Maio 2020, 10-17,30h

Passeio de reconhecimento de plantas medicinais para a Saúde da Mulher.

Fernanda Botelho, especialista em plantas medicinais, conduz um passeio botânico a pé onde se dará destaque às várias famílias das plantas que ali se encontram e à importância de as conhecermos pelos seus nomes científicos. Durante os passeios, explorar-se-á a riqueza terapêutica, culinária e hortícola do património botânico presente no percurso a explorar.
Vamos embrenhar-nos na mata da serra de Sintra e descobrir as ervas comestíveis e medicinais, com especial foco para as plantas específicas para a saúde feminina.
Haverá com certeza muita planta fresca e tenra à espera de ser reconhecida e quem sabe provada também.
 

Formadora: Fernanda Botelho

10 Maio 2020, 10-17,30h

Aula pratica de remedios caseiros com plantas medicinais

Nesta aula vamos aprender as diferenças entre os varios tipos de infusão de plantas medicinais, as formas de preparação e chás, pomadas, emplastros e outros remedios caseiros a base de plantas.
 

Formadora: Fernanda Botelho


06 Junho 2020, 10-17,30h

Microbioma vaginal

Um olhar sobre o papel das bactérias vaginais, estrategias de prevenção de infeções urinárias e vaginais recorrentes. O mundo dos probióticos, quais escolher e como usar.

Formadora: Antonella Vignati

 

07 Junho 2020, 10-17,30h


Dos 40 para cima: os anos da transição

Para muitas mulheres, a ideia da menopausa equivale a um senso de luto, perda, ou tabu. Isto deve-se a uma cultura na qual o valor da mulher é diretamente e exclusivamente relacionado com o seu aspecto físico e a sua juventude. Uma cultura que ainda patologiza (e medica) qualquer manifestação da fisiologia da mulher, e claramente não podia poupar a menopausa. Preparar a transição é fundamental e passa por reconhecer os sinais incipientes da pré-menopausa que podem começar tão cedo como aos 35 anos: alterações dos ciclos (mais curtos ou mais longos, fluxo mais escasso ou mais abundante, aparecimento ou regresso de sintomas pré- menstruais, etc.). Mudanças mais ou menos subtis na nossa forma de estar, agir e pensar que são marcadas pelas mudanças hormonais em curso. Sinais que não querem dizer que que falte muito pouco para a menopausa, nem que a nossa fertilidade acabou, mas sim que estamos a entrar lentamente numa etapa diferente que aos poucos, no curso dos próximos anos, nos vai levar até à menopausa.

A nível de conteúdos, serão ferramentas para viver em harmonia e aceitar com graciosidade aquilo que será, esperemos, uma etapa muito longa da nossa vida. Mais uma vez, os nossos aliados serão a Alimentação, a Fitoterapia, e o conhecimento da fisiologia feminina, entre outros.

Tópicos:

  • O caminho da pré-menopausa: muito antes do que pensamos!

  • Reconhecer os sinais da pré-menopausa, muito antes dos afrontamentos.

  • Gerir a fertilidade e a contracepção na pré e perimenopausa

  • A menopausa como percurso, não evento repentino.

  • Alívio natural de desconfortos associados à perimenopausa e menopausa (afrontamentos, secura vaginal, diminuição da libido, flutuações emocionais).

  • Prevenção de problemas de saúde frequentes na pós-menopausa: osteoporose, doenças cardiovasculares, etc.

 

Formadora: Antonella Vignati